Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O porta-voz do governo do Japão, Yoshihide, anuncia a libertação de cidadãos japoneses retidos pela China

(afp_tickers)

Quatro dos seis japoneses detidos em março na China sob a acusação de "atividades ilegais" foram libertados e já retornaram a seu país - informou o governo do Japão, nesta quinta-feira (27).

As tensões entre China e Japão são frequentes pelas divergências em sua fronteira marítima e pelos conflitos armados entre ambos no último século.

"Ainda estamos em contato com as autoridades chinesas e não darei os detalhes, porque ainda há gente detida", disse o porta-voz do governo japonês, Yoshihide Suga, em entrevista coletiva.

Os quatro que foram soltos faziam parte de um grupo de seis representantes de empresas detidos em março passado nas províncias chinesas de Shandong e Hainan, acrescentou o porta-voz.

AFP