AFP

A primeira-ministra britânica, Theresa May, fala com a imprensa em Londres, em 18 de abril de 2017

(afp_tickers)

O ataque cibernético sofrido nesta sexta-feira por vários hospitais britânicos fez parte de um "ataque internacional" que afetou vários países, declarou a primeira-ministra britânica Theresay May.

"Não se trata de um ataque contra o NHS (sistema nacional de saúde), mas um ataque internacional e vários países e organizações foram afetados", afirmou.

O organismo governamental que gerencia a saúde pública britânica anunciou nesta sexta-feira que "certas organizações do NHS informaram que a NHS Digital que se viram afetadas por um ataque informático", que obrigou a cancelar consultas médicas.

Os serviços de segurança cibernética "trabalham estreitamente com os serviços digitais do NHS para garantir (...) a segurança dos pacientes", assegurou May.

Neste momento, não há informações sobre roubo de informações pessoais de pacientes, garantiu.

Ao menos 16 organismos do NHS britânico informaram ataques.

Praticamente na mesma hora, várias companhias espanholas, entre elas a gigante de telecomunicações Telefónica, foram vítimas de ciberataques com um vírus do mesmo tipo que o britânico.

AFP

 AFP