Vinte pessoas morreram e mais de dois milhões passaram a noite amontoadas em abrigos contra tempestades, quando o ciclone Bulbul atingiu as costas da Índia e Bangladesh, disseram as autoridades neste domingo.

O ciclone atingiu ventos de até 120 quilômetros por hora no final do sábado, levando ao fechamento de portos e aeroportos nos dois países.

Dez pessoas morreram no estado indiano de Bengala Ocidental, informou o Press Trust da Índia, e outras duas pessoas morreram no estado próximo de Odisha.

Em Bangladesh, oito morreram – cinco por queda de árvores – e pelo menos 20 ficaram feridas.

Cinco outras pessoas estão desaparecidas depois que um barco de pesca afundou devido ao mau tempo no rio Meghna, disse à AFP o administrador do distrito, Masud Alam Siddiqui.

O ciclone também danificou cerca de 4.000 casas, principalmente de barro e estanho, afirmou à AFP o secretário de gerenciamento de desastres, Shah Kamal.

As autoridades disseram que o ciclone estava enfraquecendo quando se deslocou para o interior.

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.