Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Policiais indonésios buscam casais de namorados em Surabaya, na Indonésia, em 14 de julho de 2018

(afp_tickers)

Várias cidades na Indonésia, país muçulmano mais populoso do mundo, proibiram nesta quarta-feira comemorar o Dia de São Valentim, a festa dos namorados, e a polícia procurava por casais que não respeitam a decisão

Em Surabaya, segunda maior cidade da Indonésia, no leste da ilha de Java, a polícia fez buscas em vários hotéis e prendeu uma série de casais infratores, que serão libertados depois de passar pela delegacia.

Na ilha turística de Lombok, vizinha de Bali, o município de Mataram ordenou que a polícia realizasse controles nas escolas em busca de possíveis infratores.

Por outro lado, as festas românticas em hotéis e cafés foram autorizadas.

Em Makassar, ao sul da ilha de Celebes (Sulawesi), a festa dos namorados é proibida há anos.

Em Aceh, a única província na Indonésia que aplica a lei islâmica, as autoridades proibiram as festividades de São Valentim evocando normas religiosas.

"O Dia de São Valentim reflete uma cultura que não corresponde à legislação de Aceh e à lei islâmica", afirmou o governador da província em um comunicado.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.









swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP