Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Armamento apreendido no Rio de Janeiro, no dia 30 de novembro de 2010. Três policiais e dois civis foram detidos no Uruguai por ligações com um suposto esquema de tráfico de armas ao Brasil, nesta quinta-feira

(afp_tickers)

Três policiais e dois civis foram detidos no Uruguai por ligações com um suposto esquema de tráfico de armas ao Brasil, informou nesta quinta-feira a imprensa uruguaia.

O ministério do Interior uruguaio confirmou à AFP as detenções e apontou que a Direção Geral de Informação e Inteligência está realizando uma investigação há meses em coordenação com o juiz do crime organizado Néstor Valetti.

Os policiais detidos teriam comprado ao menos 200 armas por vias legais no Uruguai para vendê-las a narcotraficantes brasileiros, informou a imprensa local, acrescentando que algumas destas armas teriam sido utilizadas em homicídios e operações de organizações criminosas no Brasil.

Segundo o semanário Búsqueda, as prisões foram realizadas no departamento de Rivera (nordeste) e os detidos foram levados a Montevidéu.

Fontes do ministério do Interior confirmaram que esperam realizar novas detenções no âmbito das investigações.

AFP