Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Pessoas ensinam como colocar um mosquiteiro em uma cama durante distribuição gratuita do objeto, em Abidjan, Costa do Marfim, no dia 24 de abril de 2015

(afp_tickers)

Mais de 5 milhões de mosquiteiros serão distribuídos gratuitamente no Níger para combater a malária, que mata milhares de pessoas todos os anos nos países pobres do Sahel - informaram fontes humanitárias nesta quarta-feira.

A distribuição começou no sábado em Kornaka, uma aldeia localizada na região de Maradi, no centro-sul do Níger, segundo a televisão estatal.

"Mais de 5,2 milhões de mosquiteiros tratados com inseticida serão distribuídos para proteger mais de 10 milhões pessoas" contra a doença, disse Bill William Rastetter, representante da Catholic Relief Services (CRS), uma ONG americana que participará da operação.

A distribuição será feita na razão de "um mosquiteiro para cada duas pessoas", a fim de "frear a malária no Níger", cuja população é estimada em 17 milhões de habitantes, ressalta o CRS.

Esta campanha nacional para distribuir mosquiteiros é financiada pelo Fundo Global de Luta contra a Aids, Tuberculose e Malária, explicou um comunicado do CRS.

Em 2013, a malária matou 2.555 pessoas, a maioria crianças menores de 5 anos, das mais de 3,9 milhões de casos registrados em todo o país, de acordo com dados divulgados no final de abril pelo ministério da Saúde do Níger.

Ainda não existe vacina contra a malária. Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), dormir coberto com um mosquiteiro é o único meio eficaz para se prevenir contra a doença.

No mercado nigerino, um mosquiteiro do tipo chega a custar cerca de 5 reais, enquanto dois terços da população vive com menos de 3 reais por dia.

AFP