Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Aviões da Força Aérea Colombiana (FAC) fazem apresnetação em 9 de julho de 2015

(afp_tickers)

Pelo menos 11 militares morreram em um acidente de avião da Força Aérea Colombiana (FAC) - informaram fontes oficiais nesta sexta-feira, revendo o balanço inicial de 12 mortos.

"A Força Aérea Colombiana se permite informar que, na tarde de hoje, a aeronave CASA 235 de transporte com matrícula FAC 1261 se acidentou na zona de Las Palomas, município de Agustín Codazzi, no departamento do Cesar, com 11 tripulantes a bordo", anunciou a FAC, em um comunicado.

O avião havia relatado uma falha em um dos motores e, quando o aparelho foi finalmente localizado, constatou-se que não havia sobreviventes - completou a nota.

Ao dar a notícia mais cedo no Twitter, o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, disse que havia 12 militares mortos.

"Lamentamos o terrível acidente de avião CASA, no qual morreram 12 heróis da @FuerzaAereaCol. Nossas sentidas condolências a seus familiares", lamentou o presidente em sua conta no microblog.

O comandante da Força Aérea, general Carlos Bueno, lamentou a morte dos 11 militares e anunciou que foram abertas investigações a fim de estabelecer as causas do acidente.

"Já começaram os trabalhos de resgate e uma comissão da Inspeção Geral da Força Aérea foi para o local para iniciar, junto com um grupo multidisciplinar, as respectivas investigações que, quando chegarem a resultados, serão oportunamente informadas", disse Bueno em coletiva de imprensa.

Segundo Bueno, no acidente morreram sete oficiais e quatro sub-oficiais. Ele expressou sua solidariedade aos parentes das vítimas.

A aeronave havia partido da base militar de Palanquero, no município de Puerto Salgar, departamento de Cundinamarca.

A região de Las Palomas se encontra a aproximadamente 780 quilômetros de Bogotá.

AFP