Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Bandeira colombiana em Bogotá, no dia 30 de novembro de 2016

(afp_tickers)

O prefeito da cidade colombiana de Cartagena, Manuel Duque, afastado do cargo em maio por irregularidades em uma obra, foi preso por supostos atos de corrupção, informou nesta quinta-feira a Procuradoria.

O prefeito, um conselheiro, a controladora distrital e um particular, todos detidos, "teriam ao que parece uma rede de corrupção com a qual se favoreciam mutuamente com o propósito de cooptar a administração em benefício particular", indicou o organismo em um comunicado.

O mandatário, um locutor e jornalista de 49 anos, assumiu a Prefeitura da cidade para o período 2016-2019 como candidato de um movimento independente.

Duque foi afastado do cargo em 17 de maio pela Procuradoria, que na Colômbia investiga irregularidades cometidas por funcionários públicos. Ele é investigado por supostas falhas na construção de um edifício que desabou no final de abril, deixando 21 mortos.

A Procuradoria denunciou os crimes de organização criminosa, tráfico de influência e suborno.

AFP