Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

As forças iraquianas avançam ao posto fronteirço de Fish Jabur, na fronteira co Curdistão iraquiano com Turquia e Síria, em 26 de outubro de 2017

(afp_tickers)

Militares de alto escalão iraquianos e curdos negociam, neste sábado (28), uma retirada dos combatentes curdos peshmergas das zonas disputadas do Iraque, durante um dia de trégua acordado por Bagdá, disse à AFP o porta-voz do primeiro-ministro Haider al Abadi.

"A principal missão deste comitê técnico conjunto é permitir a implantação, sem violência, de tropas federais ao longo das fronteiras", explicou à AFP Saad al Hadithi, porta-voz de Al Abadi.

"Comandantes das forças federais e peshmergas se reúnem para executar esta reorganização de forma pacífica e humana", acrescentou.

Em 25 de setembro, o presidente do Curdistão iraquiano, Masud Barzani, organizou um referendo de independência considerado ilegal pelo Iraque. Desde então, a crise entre Erbil e Bagdá se agravou.

Em 16 de outubro, as forças governamentais e paramilitares iraquianas entraram para recuperar o conjunto das regiões reclamadas, tanto pelo governo local curdo, quanto por Bagdá.

Segundo a Constituição iraquiana, elas dependem do poder central de Bagdá, mas seu estatuto ainda deve ser discutido em negociações futuras.

Contudo, desde a invasão pelos Estados Unidos, em 2003, e do caos criado após 2014 pelo avanço extremistas, os curdos peshmergas tomaram controle efetivo.

Em duas semanas, Bagdá recuperou o controle de quase todas as regiões e se viu envolvida em violentos combates contra os peshmergas no norte, perto da fronteira com a Síria e a Turquia.

Na noite de sexta-feira, Haider al Abadi decretou uma segunda trégua de 24 horas. Espera-se que ela dê tempo ao comitê de curdos e iraquianos para negociar uma volta sem violência à "linha azul" de 2003, que delimita o Curdistão iraquiano nas províncias de Dohuk (noroeste), Erbil (norte) e Suleimaniya (noroeste), segundo Hadithi.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP