Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Foto tirada em 1º de junho de 2017 mostra o ex-presidente Lula em Brasília

(afp_tickers)

O escritório de advogados encarregado da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva informou nesta quarta-feira que recorrerá da sentença a nove anos e meio de prisão por corrupção nos tribunais brasileiros e nas Nações Unidas.

"Estamos apelando e provaremos sua inocência em todas as cortes imparciais, incluindo as Nações Unidas", afirmou um assessor do escritório em uma mensagem à AFP.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP