Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O secretário de Defesa americano, James Mattis

(afp_tickers)

O programa armamentista da Coreia do Norte é "uma ameaça grave e sem precedentes" para Estados Unidos, Coreia do Sul e Japão, advertiram nesta terça-feira os ministros da Defesa dos três países.

O secretário americano da Defesa, James Mattis, e seus aliados asiáticos prometeram aumentar a pressão diplomática sobre Pyongyang e reforçar a cooperação militar, durante uma reunião nas Filipinas centrada no tema da segurança.

"Os três ministros condenaram, nos termos mais firmes, as contínuas ações provocadoras da Coreia do Norte", em um comunicado conjunto de Mattis, do japonês Itsunori Onodera e do sul-coreano Song Young-Moo.

Os aliados também prometeram que reforçarão as sanções da ONU e que ampliarão os programas para compartilhar informação.

A tensão na região atingiu níveis inimagináveis desde que Pyongyang realizou nos últimos meses um sexto teste nuclear e disparos de mísseis intercontinentais, seguidos de declarações belicistas dos presidentes americano Donald Trump e norte-coreano Kim Jong-Un.

Trump realizará em novembro sua primeira viagem pela Ásia e, no domingo, voltou a afirmar que os Estados Unidos estão preparados para qualquer eventualidade com a Coreia do Norte.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP