Navigation

Coreia do Norte propõe a Seul suspensão das hostilidades militares

Foto dviulgada pela agência oficial norte-coreana mostra o líder Kim Jong-Un (c) visitando uam fábrica em Kangwon. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 30. junho 2014 - 11:22
(AFP)

A Coreia do Norte propôs nesta segunda-feira a Coreia do Sul a suspensão das provocações verbais e dos atos militares hostis perto da disputada fronteira do Mar Amarelo a partir desta semana.

A proposta foi feita pelo principal órgão militar da Coreia do Norte, a Comissão de Defesa Nacional (NDC).

A Comissão também pediu a Seul a anulação das manobras militares conjuntas com os Estados Unidos, previstas para agosto, com o objetivo de melhorar a situação antes dos Jogos Asiáticos, que acontecerão este ano na Coreia do Sul.

Pyongyang está disposta a suspender qualquer provocação verbal e insultos a partir de sexta-feira, informou a NDC em um comunicado publicado pela agência oficial KCNA, no qual pede ao Sul os mesmos compromissos.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?