Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente equatoriano, Rafael Correa, em Bruxelas, no dia 11 de junho de 2015

(afp_tickers)

O presidente de Equador, Rafael Correa, revelou neste sábado que está tentando promover um encontro bilateral entre os mandatários da Colômbia e da Venezuela para que resolvam a crise migratória e política desatada pelo fechamento da fronteira e pelas deportações de colombianos feitas por Caracas.

"A situação Colômbia-Venezuela nos preocupa muito", disse Correa em seu programa semanal de rádio e televisão.

O presidente acrescentou que por isso que oferecer seus "bons ofícios", a fim de facilitar uma próxima reunião entre seus homólogos Juan Manuel Santos e Nicolás Maduro, possivelmente em Montevidéu.

Correa comentou que na sexta-feira conversou com Santos e que neste sábado pretende fazer o mesmo com Maduro e com o chefe de Estado uruguaio, Tabaré Vásquez, que exerce a presidência temporária da União de Nações Sul-Americanas (Unasul).

AFP