Navigation

Costa Rica anuncia seguro de saúde para 10.000 solicitantes de asilo

Migrantes da Nicarágua, atualmente na Costa Rica, pedem por melhores condições em San José, Costa Rica, em janeiro de 2021 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 11. fevereiro 2021 - 20:54
(AFP)

A Costa Rica fornecerá seguro de saúde para 10.000 refugiados e solicitantes de asilo no país com apoio financeiro das Nações Unidas, anunciou o governo nesta quinta-feira (11).

O presidente Carlos Alvarado informou que vai assinar um convênio com a Caixa Costarriquenha de Previdência Social (CCSS), que administra hospitais públicos, para garantir atendimento médico aos refugiados.

Alvarado revelou a iniciativa depois de se reunir com o italiano Filippo Grandi, Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, que visitou a Costa Rica como parte de uma missão pela América Latina.

O ACNUR, Agência da ONU para os Refugiados, assumirá os custos do acordo com a CCSS, anunciado pouco depois de exilados nicaraguenses na Costa Rica solicitaram que a agência lhes garantisse o seguro saúde.

"A Costa Rica abriga mais de 85.000 requerentes de asilo nicaraguenses que fugiram da violência e da perseguição. Protegê-los em tempos da covid-19, como este país está fazendo, deve ser o caminho a se seguir", declarou Grandi após a reunião no palácio presidencial, em San José.

Alvarado ressaltou que o acordo "fará uma grande diferença na qualidade de vida das famílias que fugiram de seus países em busca de refúgio para proteger suas vidas".

Na reunião, Alvarado e Grandi discutiram a situação que a Costa Rica enfrenta com a pandemia da covid-19 e como a doença afetou o movimento de migrantes na América Central.

Grandi, que está em uma missão pela América Latina, visitou o norte da Costa Rica, onde se encontrou com refugiados e solicitantes de asilo para aprender sobre suas histórias e compreender a situação que enfrentam, segundo um comunicado do ACNUR.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.