Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O crescimento da economia americana no segundo trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2016 foi revisado levemente para cima, o que representa o maior aumento dos últimos dois anos

(afp_tickers)

O crescimento da economia americana no segundo trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2016 foi revisado levemente em alta, o que supõe o maior aumento dos últimos dois anos, segundo a terceira estimativa do Departamento de Comércio apresentada nesta quinta-feira.

A expansão do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos entre abril e junho foi de 3,1% em relação ao mesmo período de 2016 e em dados corrigidos por variações sazonais, contra +1,2% no primeiro trimestre.

É um décimo de ponto a mais que a estimativa precedente, ou seja, o maior aumento desde o princípio de 2015.

Baseada em novos dados, inclusive do setor agrícola, a revisão surpreendeu analistas, que não esperavam nenhuma alteração.

O presidente Donald Trump e seu partido Republicano propuseram, nesta quarta-feira, uma reforma fiscal que inclui redução de impostos e tem como meta a expansão da maior economia mundial a um ritmo de 3% anual.

Trump se parabenizou pelos dados mais recentes sobre geração de empregos, apesar de seu governo ter várias iniciativas políticas pendentes, como a reforma fiscal.

Mesmo assim, os novos resultados do segundo trimestre elevam o crescimento do primeiro semestre de 2017 a 2,2% - bem abaixo dos 3% prometidos por Trump, considerados fantasioso por economistas.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP