Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente russo Vladimir Putin, em Moscou, no dia 16 de abril de 2015

(afp_tickers)

A presidente argentina, Cristina Kirchner, se reunirá com Vladimir Putin em Moscou nesta quarta-feira e quinta-feira, para reforçar uma aliança estratégica com foco nos acordos comerciais e nucleares firmados em 2014.

A visita é uma resposta ao convite formalizado Putin em julho do ano passado em Buenos Aires, quando foram assinados acordos comerciais, militares, de comunicações, energia e cooperação nuclear com fins pacíficos.

"O objeto é continuar aprofundando as relações bilaterais no marco de uma associação estratégica que abrange todas as esferas de cooperação argentino-russas", explicou a chancelaria em um comunicado.

Kirchner discursará para empresários dos dois países em uma visita que coincide com a celebração dos 130 anos de relações diplomáticas bilaterais.

"O objetivo da visita é fundamentalmente comercial", afirmou na sexta-feira o chefe de Gabinete, Aníbal Fernández, em coletiva de imprensa.

"A tarefa é de consolidar essa relação e incentivar as possibilidades que possam apresentar novos investimentos. Nosso país é um lugar que atrai os investimentos", disse.

No ano passado, os dois países assinaram acordos nucleares cujos detalhes não foram revelados.

AFP