Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(2 ago) Neymar desembarca no Porto

(afp_tickers)

A iminente transferência de Neymar para o Paris Saint-Germain deve encerrar uma novela de quase 20 dias de indefinição, período em que o astro brasileiro manteve o silêncio e despistou todos, de aeroporto em aeroporto, passando por Barcelona, Paris, Estados Unidos, China, Dubai e Porto.

16 de julho: PSG disposto a pagar

O primeiro meio a noticiar a possível ida de Neymar para o PSG foi o Chuteira FC, do Brasil. O clube francês estaria pronto para pagar a cláusula de rescisão de 222 milhões de euros e só esperava a aprovação do atacante, informou o site.

18 de julho: Neymar dá o "sim"

"Neymar aceita a proposta do PSG", escreveu no Twitter o jornalista brasileiro Marcelo Bechler, do Esporte Interativo.

19 de julho: Neymar, "feliz" no Barça

O jogador garante, em entrevista ao site Goal.com, que está feliz no Barça. "Agora temos que trabalhar para a próxima temporada, que vai ser ainda melhor do ponto de vista pessoal e coletivo".

20 de julho: "Curtida" de Thiago Silva

O capitão do PSG, Thiago Silva, curte montagem do Esporte Interativo, que colocou Neymar vestindo a camisa do PSG ao lado de outros três brasileiros do time.

No mesmo dia, o espanhol Unai Emery faz declarações ao jornal L'Equipe que "se quisermos competir contra Bayern de Munique, Barcelona e Real Madrid e vencer a Liga dos Campeões, precisamos e um dos cinco melhores jogadores do mundo".

21 de julho: Foto pensativa

Durante turnê nos Estados Unidos, Neymar subiu uma foto deitado no chão com um emoji pensativo. Os jogadores Ángel Di María, Kevin Trapp e Marco Verratti, do PSG, curtiram a mensagem misteriosa.

22 de julho: Dani Alves impaciente

Recém chegado ao clube de Paris, o lateral Daniel Alves publica mensagem direcionada à Neymar: "Quem você quer ser? Aonde quer chegar? Essas perguntas dependem se você se esquece de onde veio e de quem estava ao seu lado quando ninguém te conhecia". Neymar não respondeu.

23 de julho: "Se queda"

"Se queda" (ele fica, em espanhol), foi a mensagem escrita pelo zagueiro Gerard Piqué, acompanhada por foto entre os dois.

26 de julho: Piqué pondera

"É uma opinião pessoal baseada na minha intuição em conversa que tive com ele", afirmou o defensor do Barça, ponderando a mensagem anterior.

28 de julho: Briga no treinamento

O Daily Mail publica vídeo que mostra Neymar e o português Nelson Semedo brigando. Os outros companheiros intervém, mas o brasileiro abandona o treinamento.

29 de julho: "Seja corajoso"

"Seja corajoso, o mundo é dos corajosos" lançou Daniel Alves para Neymar, após vencer a Supercopa da França com o PSG.

30 de julho: Barça desiste, Liga ameaça

"No futebol existem cláusulas. Se ele quiser ir, é porque sabe que tem gente disposta para pagar", declarou o presidente do Barcelona, Josep María Bartomeu.

A Liga espanhola, por outro lado, indicou que que "o Catar está injetando dinheiro que viola as regras do fair-play financeiro da Uefa e as normas de concorrência econômica da União Europeia. Isso é o que vamos denunciar", acrescentou.

31 de julho: Turnê na China

Após os EUA, onde Neymar brilhou ao ser o melhor do time, o jogador passou um dia em Xangai para participar de eventos publicitários.

1 de agosto: Volta à Barcelona

O brasileiro volta à Barcelona após escala em Dubai, em meio a especulações se estaria rumo à Paris ou Catar.

2 de agosto: Despedida

Neymar anuncia ao elenco do Barça que vai deixar o time. O clube comunica que o jogador pode sair, desde que pague toda a cláusula de 222 milhões.

"Vamos pagar a cláusula. Do momento que Neymar me deu sinal verde, em 1 de agosto, eu viajei a Paris e trouxe uma proposta do PSG para pagar a cláusula, o que será feito nas próximas horas", explicou o agente Wágner Ribeiro em vídeo divulgado pelo diário esportivo Marca.

Naymar viaja para Porto, onde supostamente realiza exames pelo novo clube.

3 de agosto: Macron comemora; La Liga freia

A provável chegada do camisa 10 da seleção brasileira animou até o presidente da França, Emmanuel Macron, que comentou que Neymar "é o atrativo. Sim, é uma boa notícia".

Por outro lado, A Liga Espanhola de Futebol anunciou que rejeitou o pagamento dos 222 milhões de euros da cláusula de rescisão que permitiria a saída do brasileiro Neymar do Barcelona, provavelmente para o Paris Saint-Germain.

Poucas horas depois, a Liga Francesa de Futebol (LFP) pediu para os dirigentes da Liga espanhola não bloquearem a negociação pelo jogador. Os franceses pediram que os espanhóis "se ajustem ao regulamento da Fifa e suas atribuições".

AFP