Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Aviões são vistos no espaço aéreo de Ottawa, Canadá, no dia 18 de março de 2014

(afp_tickers)

Cuba e Canadá concluíram nesta terça-feira um novo acordo sobre o tráfego aéreo, que permitirá um número "ilimitado" de companhias aéreas fazer voos entre os dois países, que nunca romperam relações.

Este "acordo ampliado", assinado entre Ottawa e Havana, também tornará possível compartilhar códigos, uma prática comercial que permite às companhias aéreas estrangeiras operar um mesmo voo.

Espera-se, ainda, que com este acordo diminuam as tarifas para "responder à demanda dos clientes", indicou o governo canadense em um comunicado.

O Canadá é o segundo investidor na ilha comunista, depois da Espanha e antes da Itália. A Cuba é o terceiro país mais visitado pelos turistas canadenses que, em 2010, somavam 40% dos turistas da ilha.

Estados Unidos e Cuba iniciaram, bno fim de 2014, uma nova página nas relações bilaterais que pode por um fim ao isolamento econômico e diplomático da ilha comunista.

AFP