Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Diretor do PAM, David M. Beasley, posa com crianças em Cuba

(afp_tickers)

O Programa Alimentar Mundial (PAM) anunciou neste sábado que irá acordar uma ajuda de emergência de 7,2 milhões de dólares a Cuba, país severamente afetado pela passagem do furacão Irma.

"Anunciamos 1,5 milhão de dólares em ajuda alimentar e um apoio logístico de 5,7 milhões de dólares por 4 meses", declarou em Havana o diretor do PAM, David Beasley.

O PAM "está ao lado das vítimas do furacão Irma em Cuba e pronto para apoiar o governo cubano em seus esforços de reconstrução", acrescentou.

"A operação começará imediatamente com a distribuição gratuita de rações de arroz e feijão nas áreas prioritárias", informa uma declaração emitida pelas Nações Unidas.

"A devastação causada pelo Irma requer que trabalhemos juntos para garantir uma recuperação imediata e que a população possa mais uma vez ter acesso a água, comida e abrigo e que a economia possa se restabelecer", acrescentou Beasley.

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

AFP