Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Daniel Craig posa para os fotógrafos, no dia 28 de outubro de 2015, em Berlim

(afp_tickers)

O ator britânico Daniel Craig, que já declarou que preferia "cortar os pulsos" a encarnar novamente o agente 007 James Bond, confirmou que o interpretará novamente antes de se despedir para sempre do papel do mais elegante espião do planeta.

"É verdade que fui muito evasivo sobre isso", reconheceu o ator de 49 anos durante entrevista ao programa de televisão do americano Stephen Colbert, o "The Late Show", na noite de terça-feira (15).

"Tenho dado entrevistas todos os dias e as pessoas me perguntam, e acredito que fui bastante evasivo, mas senti que deveria dizer a verdade, e direi a você", disse Craig ao famoso apresentador do canal CBS quando ele o questionou se faria o papel.

"Sim", continuou com um sorriso enorme no rosto.

O jornal The New York Times noticiou no fim de julho que o britânico, o sétimo ator a representar o agente 007, tinha aceitado atuar pela última vez na famosa saga. Contudo, nem o ator, nem o estúdio tinham confirmado.

A empresa britânica Eon Productions, responsável pela produção dos filmes do agente secreto mais famoso do mundo, anunciou que a vigésima quinta estreia do filme está programada para o dia 8 de novembro de 2019.

A chegada de Daniel Craig em 2006 ao papel de 007 coincidiu com um aumento de popularidade da saga, que superou pela primeira vez a cifra de 1 bilhão de dólares em ingressos vendidos no mundo com "Skyfall" (2012).

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP