Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O secretário-geral da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), Saeb Erekat

(afp_tickers)

O secretário-geral da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), Saeb Erekat, declarou nesta quarta-feira que o presidente americano, Donald Trump, "destruiu" a chamada solução de dois Estados ao anunciar o reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel.

Trump também "privou os Estados Unidos de qualquer papel" no processo de paz entre israelenses e palestinos, acrescentou Erekat à imprensa.

"Como chefe palestino negociador, como poderia me sentar com essas pessoas se estão me dizendo que Jerusalém será a futura capital de Israel", acrescentou.

Erekat advertiu que "isso afundará toda a região no caos, um caos internacional".

A solução de dois Estados tem sido durante muito tempo a base dos esforços internacionais de paz.

Israel reivindica que toda Jerusalém é sua capital, enquanto os palestinos veem o setor oriental da cidade como a capital de seu futuro Estado.

"Acho que esta noite está estimulando as forças do extremismo nesta região como ninguém nunca havia feito até agora", disse Erekat em referência a Trump.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP