Navigation

Departamento de Justiça dos EUA indicia 15 pessoas pelo ataque ao Capitólio

Richard Barnett, apoiador de Donald Trump, senta-se no gabinete da presidente da Câmara de Representantes, Nancy Pelosi, em 6 de janeiro de 2021 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 08. janeiro 2021 - 20:25
(AFP)

Quinze pessoas foram indiciadas pelo ataque ao Capitólio dos Estados Unidos, incluindo o homem fotografado no gabinete da líder democrata Nancy Pelosi, anunciou o Departamento de Justiça nesta sexta-feira (8).

"Anunciamos quinze acusações feitas pela justiça federal", disse Ken Kohl, do gabinete do procurador federal de Washington, em entrevista coletiva.

Entre os indiciados estão um homem suspeito de plantar uma bomba artesanal perto do Congresso e Richard Barnett, preso nesta sexta-feira e que entrou no gabinete de Pelosi, disse a fonte.

Richard Barnett, que entrou nos escritórios da presidente da Câmara dos Deputados, onde posou para as câmeras e deixou mensagens ofensivas, foi preso no Arkansas e acusado de "intrusão violenta", segundo Kohl.

Outras prisões e acusações serão feitas, ele prometeu.

"Literalmente centenas de promotores e agentes estão trabalhando em três centros de comando 24 horas por dia", acrescentou.

Centenas de apoiadores do presidente Donald Trump invadiram o Capitólio na quarta-feira, enquanto os congressistas se preparavam para confirmar a vitória de Joe Biden na eleição de novembro.

Partilhar este artigo