Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(5 ago) A imprensa e as redes sociais iranianas criticaram nesta segunda-feira parlamentares acusados de terem se comportado de forma ridícula ao se amontoarem ao redor da chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, para fazer selfies

(afp_tickers)

A imprensa e as redes sociais iranianas criticaram nesta segunda-feira parlamentares acusados de terem se comportado de forma ridícula ao se amontoarem ao redor da chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, para fazer selfies.

Mogherini assistiu no sábado a posse do presidente iraniano Hassan Rohaní no Parlamento. Várias fotos mostram um grupo de deputados apinhados ao redor da diplomata para tirar fotos.

"Queridos deputados, obrigado por terem envergonhado 80 milhões de pessoas" (a população iraniana), comentou um usuário do Twitter.

Outros internautas fizeram montagens parodiando o fato, como se os deputados fossem os sete anões cercando a Branca de Neve.

Um dos deputados envolvidos chegou a pedir desculpas pelo excesso de empolgação.

Já o jornal ultraconservador Kayhan lamentou que "aqueles que devem defender os direitos da nação contra os inimigos tenham feito fila para tirar fotos de maneira humilhante".

Mogherini, por sua vez, não fez comentários a respeito da polêmica.

AFP