Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Canteiro de obras em Bangcoc

(afp_tickers)

Pelo menos três trabalhadores morreram e 17 pessoas ficaram feridas no desabamento de um prédio de seis andares em construção perto de Bangcoc, informou a polícia nesta segunda-feira. As equipes de resgate buscavam desaparecidos.

O prédio que serviria como alojamento estudantil caiu por volta das 16h30 no horário local (06h30 de Brasília) na província de Pathum Thani, ao norte da capital, conforme informou à AFP uma fonte policial que não quis se identificar.

"Três trabalhadores da construção foram encontrados mortos e 17 pessoas feridas foram resgatadas", disse o policial.

Equipes de resgate e policiais recorreram a guindastes para procurar sobreviventes entre os escombros.

"Não podemos dizer quantas pessoas estão presas nos escombros, mas estamos trabalhando duro para resgatá-las", garantiu o policial, acrescentando que será aberta uma investigação para apurar as causas do desabamento.

Horas depois do acidente, o porta-voz da junta que governa o país, coronel Winthai Suvaree, informou que militares iriam se juntar às equipes de resgate.

Ele não confirmou o número de mortos e feridos. "Achamos que ainda há 14 pessoas sob os escombros", disse a jornalistas.

Sindicatos haviam manifestado preocupação sobre a negligência em relação às normas de segurança e aos baixos salários nos canteiros de obra da Tailândia, sobretudo naqueles em que são contratados imigrantes de Mianmar, Camboja e Laos, que geralmente recebem remunerações abaixo do salário mínimo.

Com a valorização do mercado imobiliário, a Tailândia tem vivido um boom na construção civil nos últimos anos.

AFP