Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Um diamante de 476 quilates foi descoberto em Serra Leoa, oito meses após a descoberta de outro de tamanho excepcional no leste do país

(afp_tickers)

Um diamante de 476 quilates foi descoberto em Serra Leoa, oito meses após a descoberta de outro de tamanho excepcional no leste do país, anunciaram autoridades neste sábado.

A importante descoberta, que, como a anterior, aconteceu na província de Kono, foi realizada hoje pela empresa de prospecção mineira Meya, registrada em Serra Leoa em 2015, informou à AFP o diretor geral da Agência Nacional de Minas (NMA), Sahr Wonday.

A empresa pertence 51% à Trustco Resources, baseada na Namíbia, e 49% à Germinate Sierra Leone.

A Trustco afirmou em um comunicado que, "segundo uma avaliação inicial, trata-se do 29º maior diamante já descoberto", mas que seu valor de mercado não é mais do que pura especulação" até que especialistas façam uma avaliação.

"Esta descoberta é um indício notável do potencial dos recursos minerais da região", assinalou Wonday.

"O governo autorizou a empresa a exportar o diamante, conforme a lei sobre os direitos de empresas de prospecção", acrescentou, destacando que a peça será vendida em leilão internacional pelo preço máximo, para que Serra Leoa obtenha o maior benefício possível.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP