Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Centro para desempregados em Berlim

(afp_tickers)

A Eurozona tinha em maio 28.000 desempregados a menos do que em abril, mas o índice permaneceu estável, em 11,6%, segundo os dados oficiais corrigidos pelos efeitos de calendário divulgados nesta terça-feira.

A agência de estatísticas europeia Eurostat anunciou no mês passado uma estimativa do índice de desemprego em abril de 11,7% , mas revisou o resultado, o que explica a estabilidade.

Um total de 18,552 milhões de pessoas estavam desempregadas em maio no bloco, 28.000 a menos que em abril e 636.000 a menos que em maio de 2013, quando o índice de desemprego chegava a 12%.

A taxa de desemprego entre os jovens com menos de 25 anos em maio ficou em 23,3%.

Entre os 18 países da zona do euro, os menos afetados pelo desemprego são Áustria (4,7%), Alemanha (5,1%), Malta (5,7%) e Luxemburgo (6,3%).

Os mais afetados são Grécia (26,8%, dados de março) e Espanha (25,1%).

No conjunto da União Europeia (UE, formada por 28 países), 25,184 milhões de pessoas estavam desempregados em maio, uma taxa de 10,3%. Em abril o índice era de 10,4%.

AFP