AFP

O mercado de Parachinar, no Paquistão, após um atentado no dia 31 de março de 2017

(afp_tickers)

A polícia paquistanesa matou 10 membros dos talibãs em um tiroteio neste sábado em Lahore (leste), incluindo um dos autores de um atentado que abalou a cidade em fevereiro, indicou uma autoridade.

As forças de segurança escoltavam cinco membros dos talibãs paquistaneses até um depósito de armas quando caíram em uma emboscada projetada por homens armados que queriam libertar seus companheiros, indicou um porta-voz do departamento de luta antiterrorista do Penyab.

"Dez terroristas" do Jamaat-ul-Ahrar (JuA), uma facção particularmente ativa do movimento talibã paquistanês, foram abatidos, um deles era um dos autores do atentado de 13 de fevereiro, informou o responsável.

Aquele ataque, ocorrido no centro da capital cultural do Paquistão e reivindicado pelos talibãs paquistaneses, deixou 14 mortos.

O tiroteio deste sábado ocorreu três dias depois de um atentado suicida reivindicado pelos talibãs contra uma equipe encarregada de realizar o censo da população de Lahore.

A situação ficou mais tensa no Paquistão após uma dezena de atentados e episódios de violência que deixaram cerca de 130 mortos em fevereiro.

AFP

 AFP