Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Membros da Cruz Vermelha removem uma criança em Palermo, após uma operação de resgate no mar

(afp_tickers)

Dezenas de crianças que estavam a bordo de um bote, inclusive bebês, foram resgatadas no Mediterrâneo e levadas à Itália nesta sexta-feira, informaram organizações de resgate de imigrantes.

Das 606 pessoas resgatadas nos últimos dias no mar, cerca de 180 eram menores de idade desacompanhados por adultos, de acordo com o comunicado da organização SOS Mediterrâneo, que junto com a ONG Médicos Sem Fronteiras operam o barco "Aquarius" no local.

As imagens mostravam os socorristas carregando as crianças no colo, algumas delas de pijama e um bebê coberto por uma manta rosa.

Das mulheres resgatadas, 11 estavam grávidas, duas delas a ponto de dar à luz.

"As numerosas operações de resgate do 'Aquarius' nos últimos dias em uma área geográfica muito ampla demonstram que a crise humanitária continua e está piorando", explicou a SOS Mediterrâneo.

Os imigrantes, que asseguraram que tinham saído da Líbia, veem de 15 países africanos diferentes.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP