Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O diamante de 51 quilates e outras pedras da coleção de diamantes lapidados da empresa Alrosa

(afp_tickers)

Um diamante de 51 quilates com uma pureza inédita na Rússia é a principal peça de uma coleção de cinco pedras preciosas que será leiloada em breve pela empresa Alrosa, que espera um preço superior a 10 milhões de dólares.

A partir de um diamante de 179 quilates encontrado em 2015 em uma de suas minas siberianas em Yakutia, a empresa controlada pelo Estado talhou cinco peças que integram a coleção.

"Os cinco diamantes foram produzidos a partir de apenas um diamante bruto, o que é excepcional", explicou o presidente da Alrosa, Serguei Ivanov.

"Demoramos um ano e meio para criar esta coleção (...) O principal diamante, Dinastia, foi transformado no grande diamante de maior pureza da história de nosso país", completou.

A Rússia é um dos principais produtores mundiais de pedras preciosas graças, sobretudo, aos recursos disponíveis em Yakutia.

AFP