AFP

Desfile de alta-costura da Dior spring/summer 2017 em Tóquio, no dia 19 de abril de 2017

(afp_tickers)

O glamour da indústria da moda francesa aterrissa em Los Angeles nesta quinta-feira (11) no desfile da Dior, que apresenta sua nova coleção com uma plateia de estrelas como Charlize Theron e Brie Larson.

A passarela da famosa maison foi instalada em uma reserva remota no subúrbio de Calabazas, onde vivem Jennifer López e a família Kardashian-Jenner, entre outras celebridades de Hollywood.

Na véspera do desfile, a Dior organizou uma festa no restaurante Gladstone's, com a presença de Freida Pinto, de "Quem quer ser um milionário", Kiernan Shipka (série "Mad Men"), Jaime King ("Sin City - A Cidade do Pecado") e Juno Temple (série "Vinyl"), entre outros.

O local do desfile foi escolhido por Maria Grazia Chiuri, que Dior trouxe da Valentino em julho do ano passado para transformá-la em sua primeira diretora criativa de Alta-costura e acessórios femininos.

A marca chamou a atenção sobre a coleção "Dior Sauvage" com uma série de vídeos e fotos da fauna protegida das montanhas de Santa Mônica e alguns detalhes sobre a preparação com as modelos em West Hollywood.

Por muito tempo denegrida pela indústria da moda, Los Angeles ganhou terreno, e muitas pessoas do ramo concordam com que a cidade será um dos centros da moda mundial.

Saint Laurent apresentou ali sua coleção outono-inverno masculina e parte de sua coleção feminina no ano passado em Hollywood, com a presença de estrelas como Ellen DeGeneres, Lady Gaga, Sylvester Stallone e Pamela Anderson.

Em março, Tom Ford divulgou que está mudando seu centro de design de produtos femininos para Los Angeles, onde a Louis Vuitton e a Burberry também organizaram seus desfiles.

Segundo especialistas, o boom da moda na metrópole californiana se deve à grande concentração de celebridades, cuja influência em redes sociais beneficia as marcas, sem contar a mão de obra e o talento criativo concentrado na cidade.

Os convidados para o desfile da Dior viajarão em ônibus especiais, saindo de Beverly Hills e de Santa Mônica até a reserva ambiental em Las Virgenes Canyon, a cerca de 45 minutos.

O local foi muito utilizado nas décadas de 1920 e 1950 para a gravação de filmes de faroeste e outros clássicos como "O Vento Levou" (1939), "O Intrépido General Curter" (1941) e "As Aventuras de Don Juan" (1948).

AFP

 AFP