Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Ian Narev, diretor executivo do Banco Commonwealth da Austrália (CBA), o maior do país, acusado de lavagem de dinheiro

(afp_tickers)

O diretor executivo da maior instituição financeira da Austrália, o Banco Commonwealth da Austrália (CBA), vai se aposentar, anunciou nesta segunda-feira a empresa, que enfrenta duras pressões dos agentes reguladores por acusações de ter violado as leis contra a lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo.

A presidente do banco Catherine Livingstone anunciou em um comunicado que Ian Narev "vai se aposentar ao final do ano fiscal de 2018".

Narev enfrentava uma forte pressão para pedir demissão desde que a agência de inteligência australiana AUSTRAC iniciou uma ação civil contra o banco por acusações de "violações sistemáticas graves" à lei em mais de 53.000 ocasiões.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP