Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Fãs da saga 'Star Wars' participam de uma convenção em Anaheim, Califórnia

(afp_tickers)

A Disney anunciou nesta quinta-feira (9) uma nova trilogia de "Star Wars", elaborada e dirigida por Rian Johnson.

O presidente da empresa, Bob Iger, disse em conferência telefônica que a Lucasfilm havia chegado a um acordo com Johnson, diretor do "Episódio VIII: Os Últimos Jedi", para "desenvolver uma nova trilogia de 'Star Wars'".

"Temos grandes ambições para a franquia 'Star Wars'", disse Iger. "Temos mais filmes de 'Star Wars' planejados para os próximos anos".

"Os Últimos Jedi" estreará em em 15 de dezembro nos Estados Unidos e o "Episódio IX", dirigido por J.J. Abrams, em 2019.

Abrams - também diretor de "Episódio VII: O Despertar da Força" (2015) - assumiu a produção depois que Colin Trevorrow saiu por diferenças criativas com o estúdio.

O site da Lucasfilm, propriedade da Disney, informou que Johnson escreverá e dirigirá a próxima trilogia, "que é separada da saga de Skywalker".

"Johnson apresentará novos personagens de um recanto da galáxia que 'Star Wars' nunca explorou antes", acrescentou.

Johnson também é conhecido por "Looper: Assassinos do Futuro", "A Ponta de um Crime" e "Vigaristas".

"Todos amam trabalhar com Rian", disse a presidente da Lucasfilm, Kathleen Kennedy, citada no texto. "Tem sido uma força criativa e vê-lo criar 'Os Últimos Jedi' do início ao fim foi um dos grandes prazeres da minha carreira".

"Rian fará coisas maravilhosas com esta tela em branco para a nova trilogia".

"Tivemos o melhor momento de nossas vidas colaborando com a Lucasfilm e a Disney em 'Os Últimos Jedi'" e "estamos ansiosos para prosseguir com esta nova série de filmes", declarou Johnson em um comunicado com seu produtor Ram Bergman.

O próximo filme, gravado na costa oeste da Irlanda e nos Pinewoods Studios, na região de Londres, mostra um Luke ensinando Rey (Daisy Ridley) os caminhos da força, e especula sobre o destino da princesa Leia (agora general Leia Organa), interpretada pela finada Carrie Fisher.

"Star Wars" é a franquia mais lucrativa e influente da história do cinema. Desde a estreia do primeiro filme, em 1977, se arraigou na cultura 'geek' e impulsionou alguns dos maiores emprendimentos do Vale do Silício.

A Disney apresentou nesta quinta-feira resultados abaixo do esperado para seu quarto trimestre do exercício 2016/2017 devido a lucros menores em seus estúdios de cinema.

O lucro líquido baixou 1%, a 1,747 bilhão de dólares, e o volume de investimentos caiu 3%, a 12,779 bilhões, quando eram esperados 13,340 bilhões.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP