Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Distúrbios e disparos de gás lacrimogêneo em Paris durante ato dos 'coletes amarelos'

Manifestantes enfrentam o Batalhão de Choque durante protesto contra as diferentes reformas na educação, em 7 de dezembro de 2018 em Paris

(afp_tickers)

A tensão aumentava neste sábado (8), em Paris, perto da Champs-Élysées, onde a polícia lançou gás lacrimogêneo contra "coletes amarelos" que enfrentam os agentes aos gritos de "Macron renúncia!".

Às 10h25 locais, a polícia disparou vários projéteis de gás lacrimogêneo para conter manifestantes, em uma rua adjacente ao Champs-Élysées, perto do Arco do Triunfo. Cerca de 1.500 pessoas se manifestavam na célebre avenida parisiense, segundo a prefeitura de Paris.

Até o momento, 481 pessoas foram detidas, e 211, deixadas em detenção preventiva, anunciou o primeiro-ministro Edouard Philippe.

Este número é superior ao total de detenções na capital, em 1º de dezembro.

As autoridades estão fazendo batidas nas estações de trem e nos pontos estratégicos da capital, onde se reúnem os manifestantes do movimento "coletes amarelos".

Em todo país, foram instauradas medidas de segurança excepcionais, sobretudo, em Paris. As cenas de guerrilha urbana na capital francesa no último sábado rodaram o mundo.

Cerca de 90.000 policiais estão espalhados por todo território. Além disso, pela primeira vez em mais de uma década, veem-se na capital veículos blindados da Gendarmeria.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Longform The citizens' meeting

Teaser Longform The citizens' meeting

advent calendar

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.