Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Hackers roubaram centenas de documentos militares sul-coreanos confidenciais, incluindo planos de ação elaborados com os Estados Unidos para o caso de uma guerra

(afp_tickers)

Hackers roubaram centenas de documentos militares sul-coreanos confidenciais, incluindo planos de ação elaborados com os Estados Unidos para o caso de uma guerra, informou o jornal sul-coreano Chosun Ilbo.

De acordo com a publicação, que cita o deputado Rhee Cheol-Hee, do Partido Democrata que governa o país, hackers norte-coreanos conseguiram entrar na intranet do exército em setembro de 2016 e retiraram 235 gigabytes de dados sensíveis.

Entre os documentos figuram o Plano Operacional 5015, o mais recente plano de ação de Washington e Seul, que inclui projetos de ataques contra o dirigente norte-coreano Kim Jong-Un.

A informação foi divulgada em um momento de grande tensão na península, em um contexto de reiteradas ameaças entre o presidente americano Donald Trump e a Coreia do Norte, que prossegue com seus programas nucleares e balísticos apesar das sanções internacionais.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP