Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Mais de 30 crianças morreram devido a uma doença não identificada em uma região remota de Mianmar.

(afp_tickers)

Mais de 30 crianças morreram devido a uma doença não identificada em uma região remota de Mianmar, anunciaram nesta quinta-feira as autoridades deste país do sudeste da Ásia.

"No total, 23 crianças morreram no distrito de Lahal e 13 no de Nan Yon desde junho, em consequência dessa doença desconhecida", disse à AFP Law Yon, um parlamentar regional.

A doença, que provoca vários sintomas similares aos do sarampo (tosse e coceira, entre outros) afeta principalmente os menores de cinco anos na região de Sagaing (norte), embora adultos também tenham adoecido.

Os habitantes desta região fronteiriça com a Índia são, principalmente, membros das tribos dos Nagas das montanhas.

O Ministério da Saúde afirmou que está realizando exames.

"Por enquanto, estamos supondo que se trata de casos de sarampo ou de uma gripe forte. Mas só poderemos nos pronunciar quando tenhamos os resultados do laboratório", disse à AFP um responsável do ministério que pediu anonimato.

O governo reformista, liderado há alguns meses por Aung San Suu Kyi, premiada com o Nobel da Paz, fez da melhora do sistema de saúde uma das suas prioridades.

O acesso aos cuidados médicos, principalmente nas zonas remotas, continua sendo muito difícil, em um país cujas infraestruturas foram arruinadas por décadas de governo militar.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP