Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O vulcão Cotopaxi, na província de Pichincha, no dia 14 de agosto de 2015

(afp_tickers)

Dois excursionistas austríacos e uma equatoriana que haviam se perdido no vulcão Rucu Pichincha, na capital do Equador, foram resgatados em boas condições de saúde - informou neste domingo (21) o Serviço Integrado de Segurança ECU 911.

Por volta da meia-noite de sábado, "as unidades de socorro conseguiram encontrar os três perdidos, na altura do Arenal, entre o Tuco Pichincha e o Guaga Pichincha", a 4.477 metros de altitude, relatou o ECU 911 em um comunicado.

Um homem e uma mulher austríacos, de 55 e 23 anos respectivamente, e uma equatoriana de 45 foram avaliados pelos socorristas, e "foi determinado que se encontravam em boas condições de saúde", completou o ECU 911.

Participaram do resgate o Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia e os bombeiros, que conseguiram encontrar a localização dos excursionistas por meio de mensagens que um deles enviou pelo celular.

O Rucu Pichincha, que na língua quéchua significa ancião, tem 4.696 metros de altitude e é um dos picos do vulcão Pichincha, a elevação sobre cujas falhas Quito se assenta.

Em julho passado, nessa mesma região, dois montanhistas chineses foram resgatados quando tentavam escalar o vulcão.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP