Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Apreensão de cocaína em San Diego, Califórnia, no dia 16 de abril de 2015

(afp_tickers)

Dois ex-militares, um paraguaio e outro boliviano, foram detidos por agentes antidrogas após uma operação que apreendeu 420 quilos de cocaína, um avião e um automóvel entre domingo e segunda-feira, informou a polícia.

Os militares foram detidos com outros cinco membros que integravam uma organização criminosa em um lugar conhecido como Parque Tacuary, perto da cidade de Ybycui, a 120 km de Assunção.

Os dois foram identificados como Washington Añazco (paraguaio) e Ismael Fredy Menacho (boliviano), ambos militares aposentados, este último piloto da aeronave de matrícula ZP-B HB da Bolívia.

Os agentes apreenderam a cocaína na tarde de domingo depois de que a droga foi introduzida em um automóvel em um aeroporto improvisado aberto pelos narcotraficantes no parque nacional.

O Ministério Público investiga o envolvimento de alguma autoridade do local no carregamento, disse em coletiva de imprensa o procurador-geral do Estado Javier Díaz Verón.

O ex-militar paraguaio é casado com uma influente funcionária do governo.

O Paraguai é um dos maiores produtores de maconha da América do Sul e suas principais rotas do narcotráfico ficam na fronteira com Brasil, Bolívia e Argentina.

AFP