Navigation

Dois militares colombianos morrem em ataque na fronteira com Venezuela

Bandeira do ELN, em Catatumbo, na Colômbia, em 18 de setembro de 2018 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 23. novembro 2018 - 23:43
(AFP)

Dois soldados morreram e dois ficaram feridos nesta sexta-feira em um ataque com explosivos atribuído pelo Exército colombiano a rebeldes do ELN na fronteira com a Venezuela.

"É uma clara evidência de como o ELN transgride e viola sistematicamente os postulados do Direito Internacional Humanitário com o uso indiscriminado de meios e métodos de guerra de uso ilícito", informou o comando militar em comunicado.

Os militares faziam patrulhamento perto do oleoduto Caño Limón Coveñas, na altura do município fronteiriço de El Tarra, quando foram atingidos pelos artefatos.

Ao longo deste ano, essa estrutura foi atacada em 82 ocasiões, provocando graves danos ambientais, segundo a estatal Ecopetrol.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.