Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Tabuleiro de xadrez durante a Olímpiada desta modalidade, realizada na Noruega, em 1 de agosto de 2014

(afp_tickers)

Dois participantes da Olimpíada de Xadrez, que terminou recentemente na cidade de Tromsoe (norte da Noruega), morreram durante a competição, aparentemente por causas naturais, anunciou a polícia norueguesa.

Na quinta-feira, última dia de competição, um jogador das ilhas Seichelles morreu durante uma partida.

Um movimento de pânico foi registrado. Um espectador teria confundido com uma arma um desfibrilador que outra pessoa pegou para ajudar o jogador.

A vítima, que as autoridades afirmaram apenas que nasceu em 1947, não pôde ser reanimada.

Durante a tarde, outro jogador, que não teve a nacionalidade divulgada até o momento, morreu no hotel

"Não há nada de criminoso por trás das mortes", anunciou a polícia de Tromsoe, sem revelar detalhes sobre a investigação.

Durante a cerimônia de encerramento do campeonato, os participantes respeitaram um minuto de silêncio em memória do da primeira vítima. A morte do segundo jogador ainda era desconhecida.

Pela primeira vez na história, a China venceu a Olimpíada de Xadrez. A Hungria ficou em segundo lugar e a Índia em terceiro.

Entre as mulheres, a Rússia foi a vitoriosa, com a China em segundo lugar e Ucrânia em terceiro.

AFP