Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Pessoas aguardam em deck durante evacuação em Petite Savannah, cidade que mais foi afetada pela tempestade Érika, no dia 31 de agosto de 2015

(afp_tickers)

A ilha de Dominica anunciou nesta quarta-feira dois dias de luto pela devastação causada pela tempestade tropical Erika, que deixou pelo menos 31 mortos e extensos danos na pequena ilha do Caribe.

"O governo da Dominica declarou dois dias de luto nacional, quinta-feira e sexta-feira. As bandeiras em edifícios públicos serão hasteadas a meio mastro", indicou o primeiro-ministro Roosevelt Skerrit.

O presidente de Dominica, Charles Savarin Angelo, discursará na quinta-feira, enquanto sábado e domingo será "dia nacional de oração" para lembrar os mortos, segundo Skerrit.

A tempestade tropical Erika provocou fortes chuvas, causando inundações e deslizamentos de terra que mataram pelo menos 31 pessoas. Dois franceses continuam desaparecidos.

Muitas mortes ocorreram em Petite Savannah, um pequeno povoado na costa sudoeste da ilha de 750 habitantes.

As autoridades concluíram na terça-feira o resgate dos habitantes por ar e mar.

A ajuda internacional continua chegando na ilha, que recebeu nos últimos dias equipes de resgate de várias ilhas do Caribe.

Nesta quarta-feira, um navio da marinha britânica atracou com suprimentos de emergência, água e helicópteros.

AFP