Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Placa de Wall Street próximo a bandeiras americanas

(afp_tickers)

O índice industrial Dow Jones alcançou, nesta quarta-feira (12), um recorde em Wall Street, após o pronunciamento da presidente do Fed, Janet Yellen, que reiterou a promessa de aumentar gradualmente as taxas de juros no país.

O Dow avançou 0,57%, a 21.532,14 unidades, valor de fechamento histórico segundo os dados definitivos da sessão. O tecnológico Nasdaq teve alta de 1,10%, a 6.261,17 unidades, e o S&P 500 cresceu 0,73%, a 2.443,25 unidades.

Na sua apresentação semestral ao Congresso americano, Yellen adotou "um tom cauteloso", segundo Mickey Levey, economista chefe do Berenberg Capital Markets, que destacou a ênfase que ela deu à baixa inflação, que abre a possibilidade a uma pausa no aumento das taxas de juros.

As tecnológicas tiveram bom desempenho: Facebook avançou 2,3%, Alphabet (Google), 1,5%, Microsoft, 1,7% e Amazon 1,3%. Twitter registrou alta de 3,3% após designar um novo chefe financeiro.

As companhias aéreas tiveram alta adepois que a American Airlines divulgou aumento de 5% a 6% de seus lucros.A American avançou 4,2%, a Delta Air Lines, 2,2% e a United Continental, 4,7%.

O rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos recuou a 2,319% contra 2,361% se terça-feira. Os bônus a 30 anos caíram a 2,886%, contra 2,923% da sessão anterior.

AFP