Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Foto divulgada pela marinha norte-americana em 9 de novembro de 2013 mostra drone espacial experimental X-47B

(afp_tickers)

A Força Aérea dos Estados Unidos anunciou nesta quarta-feira que enviou sua pequena nave espacial automática para um quarto voo experimental.

Em seu último voo, o pequeno aparato X37-B (cerca de nove metros de comprimento, 4,5 m de envergadura) permaneceu 674 dias em órbita, retornando à Terra e aterrissando como um avião, de maneira completamente autônoma.

A Força Aérea nunca deu muitos detalhes sobre as missões da nave espacial, alimentando rumores sobre sua utilização presente e futura.

Especialistas especulam que, portanto, o drone pode estar sendo usado como um avião espião, com a perspectiva de transformá-lo no futuro em um "bombardeiro espacial" capaz de entrar no espaço e voltar a atacar em terra.

A Força Aérea sustenta que a atual missão tem por objetivo continuar sua proposta inicial, testar novos materiais para a Nasa e um novo sistema de propulsão no espaço - com base na ionização de um gás nobre, o xênon.

AFP