Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O crescimento da Grã-Bretanha se manteve em um ritmo vigoroso de 0,8% no segundo trimestre em relação ao primeiro

(afp_tickers)

O crescimento da Grã-Bretanha se manteve em um ritmo vigoroso de 0,8% no segundo trimestre em relação ao primeiro, anunciou nesta sexta-feira o Escritório de Estatísticas Nacionais (ONS) britânico em uma primeira estimativa.

Entre abril e junho, a economia britânica ultrapassou pela primeira vez o pico alcançado no início de 2008, antes da crise financeira internacional que a mergulhou numa grave recessão.

Entre janeiro e março, o Produto Interno Bruto (PIB) da terceira potência econômica europeia já havia progredido 0,8% em relação ao trimestre precedente.

O dinamismo da economia britânica levou o Fundo Monetário Internacional (FMI) a revisar em alta sua previsão de crescimento anual para o país, para situá-la agora em 3,2% em 2014 e 2,7% em 2015.

O crescimento do PIB no segundo trimestre esteve quase exclusivamente alimentado pelo setor de serviços, que representa mais de 3/4 da economia do país.

Segundo o ONS, a atividade se intensificou tanto no comércio como nos hotéis, restaurantes, transportes, comunicações, finanças e serviços públicos.

O setor de serviços cresceu 1% durante este período.

A produção industrial, segundo contribuinte do PIB, cresceu 0,4%, com avanços notáveis nas minas e energia.

O setor de construção, em compensação, caiu 0,5%.

O ONS destacou que o PIB britânico no segundo trimestre aumentou 3,1% em relação ao mesmo período do ano passado.

AFP