Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Fábrica de automóveis em Barcelona

(afp_tickers)

A economia da Espanha voltou a mostrar força no terceiro trimestre, com um crescimento de 0,8% do Produto Interno Bruto (PIB), segundo a primeira estimativa oficial.

O resultado, de acordo com as previsões do governo, cobre o período de 1 de julho a 30 de setembro, o que significa que não inclui o possível impacto da crise na Catalunha, onde um referendo de autodeterminação, proibido pela justiça, foi organizado no dia 1 de outubro.

O crescimento do PIB é similar ao registrado no primeiro e segundo trimestres (+0,8 e +0,9% respectivamente). Desde o início do ano, o dinamismo é baseado no estímulo ao consumo, no turismo e nas exportações.

No fim do primeiro semestre, o PIB espanhol recuperou o nível anterior à crises de 2008.

Para o conjunto de 2017, tanto o governo como o Banco da Espanha projetam um crescimento de 3,1%.

Apesar da crise na Catalunha, Madri mantém a previsão, mas reduziu as ambições para 2018, de 2,6% a 2,3%.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP