Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente do Curdistão, Massud Barzani (C), em Kirkuk, em 12 de setembro de 2017

(afp_tickers)

As eleições presidenciais e legislativas previstas para 1º de novembro no Curdistão iraquiano foram adiadas em razão da crise com o poder central em Bagdá, anunciou nesta quarta-feira a Comissão Eleitoral da região autônoma.

"A Alta Comissão Independente decidiu suspender temporariamente os preparativos para a organização das eleições por causa da situação atual", afirma em um comunicado.

"Além disso, segundo a Alta Comissão, não houve, no prazo previsto, a apresentação de candidatura à presidência do Curdistão. Cabe agora ao Parlamento do Curdistão decidir uma nova data para as eleições".

O opositor ao presidente Massud Barzani, Mohammad Tufic Rahim, foi o único a apresentar sua candidatura, mas a comissão considerou que a mesma chegou com dois dias de atraso.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP