Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O CICR não deu detalhes sobre a identidade do refém, limitando-se a informar que "facilitou a operação para aliviar o sofrimento desta pessoa"

(afp_tickers)

O guerrilha do Exército de Libertação Nacional (ELN) libertou nesta quinta-feira um civil em seu poder, que foi entregue ao Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICR) no leste da Colômbia, informou o organismo humanitário.

"Um civil que estava em poder do Exército de Libertação Nacional foi entregue hoje (quinta-feira) ao Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICR) na zona rural de Arauca", na zona de fronteira com a Venezuela.

O CICR não deu detalhes sobre a identidade do refém, limitando-se a informar que "facilitou a operação para aliviar o sofrimento desta pessoa".

"Os delegados do CICR que participaram da operação verificaram que a pessoa tinha as condições de saúde adequadas para seu traslado".

A libertação ocorre após o presidente Juan Manuel Santos declarar que o início da fase pública de negociações de paz com o ELN poderá ser anunciado na próxima semana, desde que o grupo rebelde liberte seus reféns.

O número de reféns em poder do ELN é desconhecido, mas fontes oficiais estimam que ao menos quatro pessoas estão em poder do grupo rebelde.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










AFP