AFP

Dana Shell Smith, nomeada pelo ex-presidente Barack Obama, está na função no Catar desde 2014

(afp_tickers)

A embaixadora americana em Doha expressou o mal-estar com os últimos acontecimentos em Washington, após a demissão do diretor do FBI James Comey pelo presidente Donald Trump, em um comentário pouco diplomático publicado no Twitter.

Dana Shell Smith, nomeada pelo ex-presidente Barack Obama, está na função no Catar desde 2014.

"É cada vez mais difícil acordar no exterior com notícias procedentes dos Estados Unidos, sabendo que devo passar o dia inteiro explicando nossa democracia e instituições", escreveu a embaixadora.

A mensagem publicada na terça-feira foi retuitada mais de 2.000 vezes.

O Catar é um dos principais aliados dos Estados Unidos no Oriente Médio. O país disponibiliza a Washington a maior base militar da região, a de Al-Udeid, que recebe 10.000 soldados americanos.

Em uma nova mensagem nesta quinta-feira, a embaixadora tentou atenuar a publicação anterior.

"Os diplomatas explicam e defendem nosso sistema político. Pode ser duro quando acrimônia partidária é tão elevada, mas não há país melhor. #USA", escreveu a diplomata.

Trump demitiu na terça-feira James Comey, diretor do FBI, a polícia federal americana, uma decisão inesperada que provocou um choque em Washington.

AFP

 AFP