Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O astro do hip hop Eminem chamou Donald Trump de racista e pediu a seus fãs que não apoiem o presidente americano

(afp_tickers)

O astro do hip hop Eminem chamou Donald Trump de racista e pediu a seus fãs que não apoiem o presidente americano, em um vídeo exibido durante a premiação BET Hip Hop nesta terça-feira à noite.

Eminem, o rapper que vendeu mais álbuns na história do hip hop, fez o ataque em uma aparição inesperada em um vídeo gravado e exibido durante a premiação.

No vídeo, encapuzado e em tom revoltado, Eminem fala com seu peculiar freestyle, diante do olhar de integrantes de sua equipe em um estacionamento.

No seu rap, Eminem descreve Trump como incompetente e preconceituoso: "Racismo é a única coisa na qual ele é fantástico."

"Agora nós temos um camicase no cargo/ Que provavelmente vai provocar um holocausto nuclear", afirmou Eminem, em referência às mensagens belicosas de Trump no Twitter contra o dirigente norte-coreano Kim Jong-Un.

No fim do vídeo, Eminem pede a seus fãs que reneguem Trump.

"Qualquer um dos meus fãs que é um apoiador dele - estou marcando uma linha na areia / Você é a favor ou contra", disse.

Eminem, que nunca falou muito de política em suas músicas, fez a intervenção um ano após o lançamento de sua última canção - que também era uma denúncia de Trump durante a eleição americana.

O canal BET (Black Entertainment Television) exibiu a premiação quatro dias após a organização do evento em Miami.

A rapper Cardi B foi a grande vencedora da noite, com cinco prêmios, incluindo melhor single por "Bodak Yellow."

Kendrick Lamar venceu em quatro categorias.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP