Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O gerente de restaurante Axel Moreaux mostra o último Camembert do Paradox, estabelecimento onde trabalha em Pequim, 8 de setembro de 2017

(afp_tickers)

A Câmara de Comércio da União Europeia na China pediu a Pequim, nesta quinta-feira (11), que reconsidere sua decisão de suspender a importação de alguns tipos de queijo.

"Durante décadas, o queijo europeu foi importado pela China sem qualquer problema sanitário", afirmou a Câmara, em um comunicado.

Nas últimas semanas, a Alfândega chinesa começou a proibir a entrada no país de alguns queijos cremosos, como Camembert, Brie, ou o Roquefort franceses.

Segundo a Câmara, as empresas europeias já estão fazendo esforços para revisar as normas de segurança alimentar.

"Há dois anos, estamos trabalhando com as autoridades competentes chinesas para revisar essas normas", indica o comunicado.

Ainda que nas últimas décadas o consumo de produtos lácteos tenha aumentado enormemente no gigante asiático, o queijo continua sendo um produto procurado, principalmente, pelos estrangeiros.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP