Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Um arqueologista revele ossada encontrada em um cemitério na cidade espanhola de Gerena, no dia 24 de janeiro de 2012

(afp_tickers)

Uma fossa comum com ao menos 31 corpos foi encontrada no estado de Nuevo León, no nordeste do México, informaram as autoridades locais e a ONG Cidadãos de Apoio aos Direitos Humanos.

A fossa, situada no município rural de Salinas Victoria (35 km da capital Monterrey), foi localizada a partir de "informações de criminosos detidos, de vítimas e de investigações", disse à AFP a porta-voz da promotoria de Nuevo León, Priscila Rivas.

A funcionária não precisou o número de corpos no local, mas Consuelo Morales, líder da ONG que representa familiares de desaparecidos, garantiu que foram encontrados "31 mil fragmentos de ossos humanos (...) e os perfis genéticos de 31 pessoas".

A fossa estava no rancho "Las abejas" e sua existência foi denunciada em janeiro passado. Desde então, há uma investigação e os restos mortais foram localizados paulatinamente.

Os ossos estão no Hospital Universitário para a realização de exames genéticos, assinalou Morales.

Nuevo León é palco de sangrentas disputas entre os cartéis de narcotraficantes Los Zetas e Golfo, que costumam enterrar suas vítimas em fossas comuns.

AFP